Cantor Nahim, que morreu aos 71 anos, foi piloto de motovelocidade e sofreu traumatismo craniano em acidente na juventude


Voltar para Blog

Cantor Nahim, que morreu aos 71 anos, foi piloto de motovelocidade e sofreu traumatismo craniano em acidente na juventude

Artista fez sucesso ao participar de programas de auditório nos anos 80

O cantor Nahim, que morreu aos 71 anos, começou a cantar ainda na infância, mas durante a juventude, por volta dos seus 20 anos, ele também se dedicou a ser piloto de motovelocidade. O artista chegou a competir com o esporte, sofreu um acidente em Interlagos e teve traumatismo craniano. Durante sua participação no podcast “Papagaio falante”, em 2021, ele relembrou o episódio.

“Eu corria pela Honda, era piloto oficial. Isso faz mais de 40 anos. Tive vários acidentes, 26 fraturas ao todo. Entre eles, esse traumatismo craniano. Fiquei em coma de domingo a quarta. Na quarta-feira eu acordei: ‘Ei, oi, onde é que eu estou?’. Foi em uma corrida, caí no final da reta de Interlagos, estava a 200 e pouquinho (quilômetros) por hora. A moto foi embora e eu fui que nem uma bala, de capacete e tudo”.

O cantor disse que havia uma mancha de óleo na pista, na ocasião, e que o acidente aconteceu bem na largada da corrida.

“Eu já estava encomendado, de vela na mão e tudo”, completou ele, detalhando: “Já quebrei todos os dedos dos pés, tenho um monte de pino na perna”.

Natural de Miguelópolis, São Paulo, o músico começou a tocar ainda na infância, mas conquistou mesmo seu público por meio dos programas de auditório dos anos 80. Nahim chegou a vencer o “Qual é a música?”, quadro do Programa Silvio Santos. Ao longo da carreira, gravou 14 álbuns e 86 músicas. Dentre seus hits, estão “Dá coração”, “Taka taka” e “Coração de melão”.

Fonte: Extra

Compartilhar esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog

APOIADO POR: