Índice de Breteau indica queda no número de mosquitos da dengue em fase de desenvolvimento em Presidente Venceslau


Voltar para Blog

Índice de Breteau indica queda no número de mosquitos da dengue em fase de desenvolvimento em Presidente Venceslau

Na comparação com o levantamento de janeiro, município voltou a registrar índice satisfatório, em conformidade com os parâmetros do Ministério da Saúde.

A Secretaria Municipal de Saúde de Presidente Venceslau divulgou nesta terça-feira (7) o resultado do Índice de Breteau (IB). O levantamento apresentou diminuição dos focos do mosquito transmissor da dengue, se comparado com os números de janeiro. Cidade tem 774 casos positivos da doença em 2022.

O levantamento foi realizado, por meio do setor de endemias, em toda a extensão do município no final de maio, como forma de identificar a quantidade de mosquitos Aedes aegypti, que transmitem a dengue, em fase de desenvolvimento localizados em residências.

Durante os trabalhos, realizados entre os dias 16 e 24 de maio, o IB na área 1 foi de 0,25, enquanto que o da área 2 ficou com o registro de 0,72, formando um índice geral de 0,5.

Na comparação com o IB realizado em janeiro, o município apresentou diminuição dos focos do mosquito Aedes aegypti e agora tem índice considerado satisfatório, conforme os parâmetros do Ministério da Saúde. No primeiro mês do ano, o índice geral havia ficado em 3,4. Para a realização do Índice de Breteau, o encarregado do setor de endemias, Valdir Gomes Pereira, explicou que são sorteados 400 imóveis da área 1 e 500 imóveis da área 2.

“Os agentes vão até as quadras sorteadas, fazem as visitas e a coleta de larvas do mosquito Aedes aegypti quando estas são encontradas”, informou.

A área 1 mencionada por Pereira é composta por bairros como o Jardim Ipanema, Residencial Morumbi, parte do Centro, Cidade Jardim, Vila Coimbra, Jardim Santa Paula, Morada do Sol, entre outros. Já a área 2 possui em sua composição os bairros Sumaré, Cecap, Vila Luiza, Vicentina, Jardim Alvorada e adjacentes.

Pereira atribui a queda aos movimentos realizados pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio do setor competente, ao longo dos últimos meses.

Neste ano, foram realizadas nebulizações ambientais (fumacês) em uma área de cobertura de pelo menos 7 mil imóveis, bloqueio de criadouros em regiões de imóveis de moradores com dengue, nebulização com máquinas intercostais de segunda a sábado, bota-fora de materiais inservíveis com o recolhimento de 120 caminhões, entre outras iniciativas.

“O IB está satisfatório devido as ações realizadas nos últimos meses. A população está nos ajudando e deve seguir com a colaboração, com o objetivo de manter e até diminuir o índice, eliminando focos do mosquito quando os mesmos são encontrados”, comentou.

Conforme a última atualização da Vigilância Epidemiológica Municipal (VEM), divulgada nesta terça-feira (7), Presidente Venceslau registrou 774 casos de dengue em 2022.

Fonte: G1

Compartilhar esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog

APOIADO POR: