Força-tarefa de fiscalização impede realização de festa clandestina em chácara em Presidente Prudente


Voltar para Blog

Força-tarefa de fiscalização impede realização de festa clandestina em chácara em Presidente Prudente

A força-tarefa que fiscaliza o cumprimento dos protocolos sanitários de combate à proliferação da Covid-19 impediu no último fim de semana a realização de uma festa clandestina em uma chácara na zona sul de Presidente Prudente (SP).

De acordo com a Prefeitura, o evento estava sendo divulgado em redes sociais, mas os organizadores só informaram o local aos participantes uma hora antes do início programado da festa, no sábado (7) à noite.

Os ingressos estavam à venda pelos valores de R$ 20,00, para homens, e R$ 15,00, para mulheres.

O supervisor de departamento da Vigilância Sanitária Municipal, Daniel Gulim, explicou que a operação durou mais de três horas.

“Recebemos a denúncia, porém o local só foi divulgado uma hora antes do horário previsto para ser iniciada. Em conjunto, conseguimos impedir que a festa fosse realizada”, detalhou.

A equipe da Vigilância Sanitária ainda efetuou quatro autuações, todas referentes a estabelecimentos do ramo alimentício. Três delas foram por aglomeração e uma teve como motivação a falta do uso de máscara.

Também foram realizadas 120 inspeções e recebidas 154 denúncias.

Gulim ainda ressaltou a autuação de um bar no Parque Alexandrina.

“Como se trata de um caso reincidente, será encaminhado ao Ministério Público”, pontuou.

Força-tarefa fiscaliza o cumprimento dos protocolos sanitários de combate à proliferação da Covid-19 em Presidente Prudente — Foto: Cedida/Secom
Força-tarefa fiscaliza o cumprimento dos protocolos sanitários de combate à proliferação da Covid-19 em Presidente Prudente — Foto: Cedida/Secom

Já os fiscais da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico de Presidente Prudente (Sedepp) efetuaram cinco notificações e 43 visitas.

De acordo com o fiscal Luís Carlos Paulon, estão incluídos neste montante bares, petiscarias, pizzarias, tabacarias, parques e propriedades particulares.

As notificações foram aplicadas a tabacarias e bares que estavam sem alvará de funcionamento, segundo Paulon.

Além da Sedepp e da Visa, também integram a força-tarefa de fiscalização equipes da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e Cooperação em Segurança Pública (Semob), da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil e da Polícia Militar.

Por G1 Presidente Prudente

Fonte G1.

Compartilhar esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog

APOIADO POR: