Fiscalização lacra estabelecimento aberto durante fase vermelha em Presidente Prudente


Voltar para Blog

Fiscalização lacra estabelecimento aberto durante fase vermelha em Presidente Prudente

Ação é realizada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Sedepp), Vigilância Sanitária, Defesa Civil e Polícia Militar. Comércio foi fechado nesta segunda-feira (28).

Durante fiscalização realizada em Presidente Prudente nesta segunda-feira (28), um estabelecimento foi lacrado por estar aberto durante a fase vermelha do Plano São Paulo, etapa que o município se enquadra. O local, que é do ramo alimentício, já havia sido notificado, mas voltou a abrir.
A ação, que foi realizada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Sedepp), Vigilância Sanitária, Defesa Civil e Polícia Militar, teve início na sexta-feira (25), quando começou a valer a fase mais restritiva em Presidente Prudente.
A ação, desenvolvida para verificar o cumprimento das regras da fase vermelha do Plano São Paulo, ainda encontrou cerca de 30 estabelecimentos, que não poderiam estar abertos, funcionando. Os proprietários foram notificados e em caso de reincidência, podem ser lacrados.
Segundo o secretário da Sedepp, Carlos Alberto da Silva Corrêa, todos foram orientados a fechar as portas.
A fiscalização começa durante a manhã e segue no período da noite em bares, restaurantes e pizzarias.
“Vai ser uma fiscalização constante, todos os dias, principalmente na área central da cidade”, disse o secretário da Sedepp ao G1. DRS de Presidente Prudente rebaixado
O governo do Estado de São Paulo rebaixou a região de Presidente Prudente para a fase vermelha do Plano São Paulo na última terça-feira (22).
O motivo para o rebaixamento da região de Presidente Prudente, segundo o governo do Estado, foi o índice de 83,1% de ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) para o tratamento de pacientes com Covid-19
A região de Presidente Prudente, que desde o mês de setembro estava na faixa amarela, foi a única rebaixada para a etapa vermelha, que é aquela que impõe as maiores restrições ao funcionamento de atividades econômicas.
A próxima classificação do Plano São Paulo será realizada pelo Palácio dos Bandeirantes no dia 7 de janeiro de 2021.
 O rebaixamento para a fase vermelha atinge todos os 44 municípios do Oeste Paulista que são vinculados ao Departamento Regional de Saúde (DRS) com sede em Presidente Prudente
Já os outros 12 municípios também integrantes do Oeste Paulista que fazem parte do DRS de Marília seguem na fase amarela. A fase vermelha para esses municípios é válida para os dias 25, 26 e 27 de dezembro, e 1º, 2, 3 de janeiro.
Decreto define novas medidas de restrição em Presidente Prudente após rebaixamento para a fase vermelha do Plano SP; veja o que está permitido e proibido

Governo do Estado rebaixa a região de Presidente Prudente para a fase vermelha, a mais restritiva, do plano de flexibilização da quarentena

Confira abaixo as regras da fase vermelha da quarentena:

Podem funcionar no DRS de Presidente Prudente:

Hospitais
Clínicas de saúde
Farmácias;
Mercados;
Padarias;
Açougues;
Postos de combustíveis;
Lavanderias;
Meios de transporte coletivo, como ônibus, trens e metrô;
Transportadoras, oficinas de veículos;
Atividades religiosas;
Hotéis, pousadas e outros serviços de hotelaria;
Bancos;
Pet shops.

Não abrem no DRS de Presidente Prudente:

Shoppings;
Lojas;
Concessionárias;
Escritórios;
Bares, restaurantes e lanchonetes (exceto para delivery);
Academias;
Salões de beleza e barbearias;
Cinemas, teatros e outros estabelecimentos culturais.

Fonte: G1

Compartilhe esta postagem

Voltar para Blog