Dois irmãos, de Lucélia, estão entre os sete mortos no acidente entre carreta e ônibus na SP-425


Back to Blog

Dois irmãos, de Lucélia, estão entre os sete mortos no acidente entre carreta e ônibus na SP-425

Foram identificadas as primeiras vítimas fatais do acidente de trânsito que matou sete pessoas na noite desta segunda-feira (21) na Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425) em Parapuã, envolvendo uma carreta bitrem, com placas de Osvaldo Cruz, e um ônibus que saiu de São Félix do Xingu, no Pará, com destino ao Rio Grande do Sul. Por circunstâncias a apurar, os veículos bateram de frente.

As primeiras vítimas identificadas são dois irmãos, moradores de Lucélia, que estavam no caminhão: o motorista, Donizete Alexandre dos Santos Filho, de 30 anos, e Bartogaleno Alexandre dos Santos, de 33 anos. Os corpos foram removidos do local do acidente e colocados à disposição das autoridades, e já liberado aos familiares para as homenagens fúnebres.

De acordo com o obituário da Funerária Lucélia, o velório dos irmãos terá início às 11 desta terça-feira (22), no Memorial Lopes & Lopes, localizado no centro da cidade. O sepultamento está previsto para 16h, no Cemitério Municipal de Lucélia.

Identificação das demais vítimas depende de reconhecimento

A identificação das outras cinco vítimas do acidente, ocupantes do ônibus, depende agora do reconhecimento, que deve ser feito por familiares. Entre essas cinco vítimas estão duas mulheres e três homens, sendo que um deles era o motorista. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML), em Tupã, onde aguardam a chegada de familiares.

Tragédia

O acidente foi na noite desta segunda-feira, na Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), altura do km 385, em Parapuã. O trecho fica entre a ponte sobre o Rio do Peixe e o acesso à SP-294 (Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros).

Além das 7 vítimas fatais, o acidente deixou 34 pessoas feridas – entre elas 14 em estado grave – que foram encaminhadas a hospitais de Osvaldo Cruz, Parapuã e Tupã. Os casos mais críticos foram transferidos para um hospital de referência e maior suporte, em Marília.

As circunstâncias e eventuais responsabilidades do acidente serão investigadas pela Polícia Civil. Os depoimentos de sobreviventes, laudos da Polícia Científica, sobre o local da tragédia e os dois veículos, e do Instituto Médico Legal, sobre as vítimas feridas e fatais, deverão embasar a apuração.

Equipes do Corpo de Bombeiros de toda a região foram mobilizadas para o atendimento à ocorrência. Equipes de socorristas da concessionária Eixo SP também atuaram no resgate. A Polícia Militar Rodoviária fez o registro inicial do caso.

O trecho da rodovia onde ocorreu o acidente chegou a ficar interditado por cerca de cinco horas, para o socorro às vítimas e remoção dos veículos e detritos. Depois disso o trânsito passou a fluir normalmente no local.

(Imagem: Guia Online Parapuã).
(Imagem: Bill Paschoalotto/TV Fronteira).

Fonte Siga Mais

Share this post

Back to Blog