Casal invade Fundo Social e furta mais de 160 doações para o Rio Grande do Sul


Voltar para Blog

Casal invade Fundo Social e furta mais de 160 doações para o Rio Grande do Sul

Suspeitos estavam abrigados no Serviço de Acolhimento para Situações de Rua (Sapru), próximo ao local, em Presidente Prudente (SP).

Um casal furtou mais de 160 itens que seriam doados para o Rio Grande do Sul, em Presidente Prudente (SP). Os objetos estavam armazenados no Fundo Social de Solidariedade.

Conforme divulgado pela Polícia Civil nesta terça-feira (28), uma funcionária do local informou que dois desconhecidos arrombaram a porta de uma sala, consumiram alimentos e subtraíram as chaves que davam acessam a outras salas.

Ao entrarem no local, consumiram mais alimentos e furtaram uma televisão de 32 polegadas, diversas blusas de frio e cobertores que seriam doados para o Estado do Rio Grande do Sul, devido a tragédia climática.

Mais tarde, os funcionários do Fundo Social acionaram os policiais novamente, pois encontraram os documentos pessoais de uma das suspeitas, que fez uma cama em uma das salas para dormir e esqueceu a carteira ao sair do local. Foi constatado que a mulher estava alojada no Serviço de Acolhimento para Situações de Rua (Sapru), localizado em frente ao prédio do Fundo Social.

No dia seguinte, na terça-feira, um casal, moradores da cidade de Bataguassu (MS), procuraram a assistente social do Fundo Social e solicitaram o benefício da passagem gratuita de ônibus. Uma das pessoas era a mulher que havia esquecido os documentos no local e era tida como suspeita de furtar os itens.

A Polícia Militar foi até o local e verificou que o casal estava com diversas malas, o que despertou mais suspeita. Ao abri-las, foram encontradas grande quantidade de roupas furtadas do Sapru.

Ao serem questionados sobre os itens, os suspeitos disseram que estavam abrigados no Sapru e “viram uma oportunidade de furtar o fundo social, que se localiza no mesmo prédio”. Eles danificaram a porta da cozinha e levaram diversas peças de roupas, objetos de doação e um televisor, itens que tentariam embarcar.

Ao todo foram apreendidos 163 objetos de doação e uma televisão.

Os suspeitos foram levados até a Delegacia Seccional de Presidente Prudente, onde prestaram depoimento. Por não haver flagrante, eles foram liberados. As doações foram entregues a uma representante do Sapru.

Fonte: G1

Compartilhar esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog

APOIADO POR: