Blumenau anuncia férias em escolas municipais e creches para contratação de segurança armada


Voltar para Blog

Blumenau anuncia férias em escolas municipais e creches para contratação de segurança armada

A prefeitura de Blumenau anunciou, na noite deste sábado (8), que as escolas e creches da rede municipal de ensino terão uma semana de férias a partir desta segunda-feira (10).

O objetivo da medida é utilizar este período para organizar legalmente a contratação de segurança privada para atuar nesses locais – uma resposta ao ataque em creche na semana passada.

Na quarta-feira, um homem de 25 anos invadiu a creche, matou quatro crianças e feriu outras cinco. Conforme o Corpo de Bombeiros, as vítimas fatais eram três meninos e uma menina, de 5 a 7 anos de idade.

“Todos ainda estamos muito impactados com o que aconteceu e sabemos que esse tempo será importante para todos. Aos pais e responsáveis, dias de descanso com os pequenos depois de tanta angústia, e ao município, dias de trabalho para que consigamos agilizar a contratação de segurança armada para o atendimento”, declarou o prefeito Mário Hildrebrandt, em comunicado divulgado à imprensa.

Enquanto isso, o governo de Santa Catarina informou que as escolas da rede estadual na cidade retomarão as aulas nesta segunda-feira (10). As atividades também tinham sido suspensas após o ataque em creche.

Blumenau tem 33 escolas estaduais com cerca de 23 mil estudantes.

Segundo o governo, a Polícia Militar colocou 19 viaturas à disposição da cidade, além de todo o efetivo do 10º Batalhão da PM.

“A prioridade está sendo atender e guardar as escolas e seguirá assim com o aumento do efetivo e outras ações de inteligência, com a ajuda das demais forças de Segurança e dos BPMs da região”, relatou o governo.

Professora que ajudou a resgatar alunos sofre infarto

Uma professora que presenciou o ataque à creche Cantinho Bom Pastor, em Blumenau (SC), na última quarta-feira (5) e ajudou a resgatar os alunos sofreu um infarto no dia seguinte à ocorrência.

De acordo com nota da creche, a professora, identificada apenas como Alaide, foi atendida com “quadro compatível de síndrome coronariana aguda”. Ela realizou exames e foi constatado infarto agudo do miocárdio.

A professora foi submetida a um cateterismo e um eletrocardiograma, que descartaram a existência de doença arterial e que não mostrou sequelas.

Em nota, a creche Cantinho do Bom Pastor disse que a causa do infarto foi “provavelmente decorrente da descarga adrenérgica devido ao trauma emocional de ter presenciado a tragédia”. A creche ainda disse que a professora está bem, medicada e já recebeu alta.

Fonte CNN

Compartilhar esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog

APOIADO POR: