Vítima de acidente recebe alta da UTI e se recupera no quarto


Voltar para Blog

Vítima de acidente recebe alta da UTI e se recupera no quarto

João Pedro Araújo dos Santos, 22 anos, tem quadro clínico estável; já o pai, de 46 anos, permanece em estado “gravíssimo”

Os ocupantes de uma motocicleta que pegou fogo na semana passada, após bater contra uma caminhonete na Rodovia Ângelo Rena, em Presidente Prudente, continuam internados. No entanto, o rapaz de 22 anos, identificado como João Pedro Araújo dos Santos, teve melhoras no quadro clínico e se recupera no quarto. 

A informação foi divulgada ontem pelo HR (Hospital Regional) Doutor Domingos Leonardo Cerávolo. Segundo a unidade, o jovem saiu da UTI (Unidade de Terapia Intensiva), mas segue sendo acompanhado pela equipe médica e multiprofissional. O pai, Alexsander Padeti dos Santos, 46 anos, continua na UTI em estado “gravíssimo”, porém, estável.

Motocicleta pegou fogo

O acidente entre a motocicleta e a caminhonete foi no começo da manhã de quinta-feira, 13 de maio, na Rodovia   ngelo Rena, nas proximidades do bairro Boa Vista, em Presidente Prudente. 

Motocicleta pega fogo após bater contra carro na Ângelo Rena

Devido ao impacto entre os veículos, que seguiam em sentidos opostos, a motocicleta pegou fogo e foi parar no acostamento. Apesar do incêndio, que queimou parte de uma vegetação, as vítimas não sofreram queimaduras.

Conforme o boletim de ocorrência, o motorista caminhonete relatou que as vítimas seguiam na moto no sentido Regente Feijó a Presidente Prudente, e o veículo que estava na frente delas, supostamente, reduziu a velocidade de maneira brusca, e para evitar a colisão, o motociclista invadiu a via oposta, por onde seguia a caminhonete.

O homem ainda contou que tentou desviar e adentrou o acostamento, porém, o motociclista também seguiu para o mesmo lado, de modo que colidiu de frente, na lateral direita com a moto.

Campanha virtual

No mesmo dia em que houve o acidente, amigos e familiares das vítimas iniciaram uma campanha virtual com o objetivo de mobilizar pessoas a doarem sangue “urgente” a pai e filho.

Conforme apurado pela reportagem, logo que o grupo divulgou a campanha, o Núcleo de Hemoterapia do HR seguiu com movimentação intensa, atípica se comparada com dias anteriores. 

Por: ROBERTO KAWASAKI Fonte: O Imparcial

Compartilhar esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog

APOIADO POR: