Tragédia de Brumadinho: Polícia Civil identifica a 266ª vítima


Voltar para Blog

Tragédia de Brumadinho: Polícia Civil identifica a 266ª vítima

Olímpio Gomes Pinto, de 56 anos, era funcionário terceirizado da Vale; outras quatro pessoas permanecem desaparecidas

Após mais de três anos, a Polícia Civil de Minas Gerais identificou a 266ª vítima da tragédia de Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo o órgão, trata-se de Olímpio Gomes Pinto, que tinha 56 anos. Na época, ele era funcionário de uma empresa terceirizada da mineradora Vale e prestava serviços de auxiliar de sondagem. Pinto é natural de Belo Horizonte.

Segundo a Polícia Civil, a vítima foi encontrada em abril deste ano e o reconhecimento foi realizado por exame de DNA. O Corpo de Bombeiros continua as buscas pelas outras quatro pessoas que permanecem desaparecidas.

Tragédia de Brumadinho

Às 12h28 do dia 25 de janeiro de 2019, a barragem da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Grande BH, rompeu. A lama de rejeitos da mineradora Vale matou 270 pessoas e deixou um rastro de destruição no município mineiro.

Um ano depois, o Ministério Público de Minas Gerais ofereceu denúncia contra o ex-presidente da Vale, Fábio Schvartsman, e outros 15 funcionários da mineradora e da Tüv Süd pelos homicídios.

Seguindo os trâmites normais, a Justiça estadual recebeu o processo em fevereiro de 2020. Porém, após decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça) de transferi-lo para a Vara Federal, ele foi suspenso.

O MP recorreu da decisão e, nesta segunda-feira (6), o STF (Supremo Tribunal Federal) determinou que a ação volte à competência do estado.

Fonte: R7

Compartilhar esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog

APOIADO POR: