Suspeito de cometer estupro contra gestante é preso pela Polícia Civil em Dracena


Voltar para Blog

Suspeito de cometer estupro contra gestante é preso pela Polícia Civil em Dracena

Homem de 34 anos teria agredido a vítima com socos na cabeça; mulher está grávida de sete meses e mora com quatro filhas

Um homem de 34 anos, suspeito de cometer estupro contra uma mulher grávida de sete meses, foi preso em flagrante, neste sábado, pela Polícia Civil, na Praça Arthur Pagnozzi, região central de Dracena.

De acordo com a corporação, o crime de violência sexual aconteceu em uma casa na Vila Barros, onde a vítima reside com suas quatro filhas, todas crianças.

A mulher, cujos dados pessoais foram preservados, procurou o plantão da Polícia Civil narrando que sofreu o crime sexual quando um indivíduo desconhecido invadiu sua casa, por volta das 05h30mim, enquanto ela dormia em companhia das filhas.

O suspeito agrediu a gestante com socos na cabeça, levando-a para um cômodo de madeira nos fundos do imóvel, onde sobre um colchão, forçou-a a manter relação sexual. Após o ato criminoso, o homem ameaçou a mulher dizendo que voltaria se ela gritasse por ajuda e, em seguida, pulou o muro da casa e fugiu.

Conforme indica a Polícia Civil, a vítima passou por exame de corpo de delito, no IML (Instituto Médico Legal), que atestou a conjunção carnal e a lesão corporal sofrida.

DA INVESTIGAÇÃO

À PRISÃO DO SUSPEITO

Após registro da ocorrência, a Polícia Civil de Dracena iniciou os trabalhos investigativos e com base em informações obtidas, como as caraterísticas físicas e as vestimentas do suspeito, empreenderam diligências visando a localização e prisão do acusado.

Segundo a Polícia Civil, o homem foi localizado e detido na Praça Arthur Pagnozzi, no centro de Dracena. A vítima o reconheceu prontamente.

Ao ser interrogado, o suspeito confessou e assumiu ter praticado a relação sexual, mas que o ato teria sido consensual, alegando ainda que pagou e que a vítima seria garota de programa. Ele negou também ter agredido a gestante com socos. O homem ainda relatou ser usuário de cocaína e álcool.

Depois da sua prisão em flagrante e finalizados os procedimentos de polícia judiciária, o acusado foi encaminhado para uma cela da carceragem provisória do Plantão Central de Dracena. Na audiência de custódia realizada nesse domingo, o acusado teve a prisão em flagrante convertida em prisão preventiva e, posteriormente, encaminhado para uma penitenciária da região.

A Polícia Civil efetuou a pesquisa de antecedentes criminais do acusado e constatou anotações por prática de furto e roubo, tendo ele cumprido pena no sistema prisional e, atualmente, encontra-se beneficiado da prisão em regime domiciliar.

Fonte: O Imparcial

Compartilhar esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog

APOIADO POR: