Sorriso chega a Prudente na quarta, após vencer por desclassificação da rival, no UFC Vegas 92


Voltar para Blog

Sorriso chega a Prudente na quarta, após vencer por desclassificação da rival, no UFC Vegas 92

Piera Rodriguez desferiu 2 cabeçadas na brasileira durante uma ação de ground and pound no 2º round da luta; Ariane Carnelossi sofreu uma fratura no nariz e uma possível lesão no osso zigomático 

Após 13 cirurgias, uma em cada joelho, e mais de dois anos longe dos octógonos, a lutadora peso-palha Ariane “Sorriso” Carnelossi voltou ao UFC Vegas 92 na noite de sábLas Vegas, nos Estados Unidos, e saiu vitoriosa após a adversária venezuelana da Piera Rodriguez desferir duas cabeçadas na brasileira durante uma ação de ground and pound no segundo round. A luta foi interrompida, a venezuelana desqualificada e a prudentina foi declarada a vencedora do confronto.  

De acordo com o treinador da atleta, Hugo Gonçalves, Sorriso sofreu uma fratura no nariz e uma possível lesão no osso zigomático, na maçã do rosto. Ariane e sua equipe retornam ao Brasil nesta terça e chegam a Presidente Prudente na quarta, por volta das 17h. “Dentro dos bastidores, o próprio médico do UFC atendeu a Sorriso e pediu para ir diretamente ao hospital. Fizeram todos os exames para ver o que poderia ter acontecido, foi constatado uma fratura no nariz e uma possível lesão no osso zigomático que estava com um coágulo de sangue na região da sinus e, segundo eles, não estava dando para ver direito as imagens”, relatou Hugo.

Segundo ele, por conta de problemas que Sorriso teve ao fazer um procedimento médico nos EUA após a vitória no UFC 261 em Jacksonville, a lutadora irá fazer, no Brasil, o tratamento das lesões adquiridas após voltar ao octógono no último sábado. 

“Ela já está com consulta marcada em um otorrino e um cirurgião plástico para analisar a situação das lesões. Todos os médicos que acompanham a Sorriso no Brasil, Bruno Martins [neurologista], Gabriel Quialheiro e Tiago Miranda [ortopedistas] ficaram em contato direto caso fosse necessário alguma tomada de decisão, e isso confortou muito a gente para acompanhar as coisas”, indicou o treinador de Ariane Sorriso. 

Análise da vitória

Hugo Gonçalves fez uma análise da luta de Sorriso contra Piera Rodriguez e relatou que a preparação da atleta para o retorno ao UFC foi intensa e minuciosa. “Fisicamente, tecnicamente e mentalmente, nós nunca vimos ela tão forte e preparada, mas sabemos que esse tempo fora às vezes cobra um preço”, comentou.

No primeiro round, Hugo indica que estratégia planejada foi seguida à risca, com boa movimentação e golpes contundentes, apesar de Sorriso, na perspectiva do treinador, parecer um pouco presa ao soltar os golpes. Gonçalves avaliou que sua aluna levou vantagem no domínio de espaço, fazendo a adversária recuar e respeitar o poder de fogo de Ariane.

No segundo round, a falta de ritmo competitivo começou a se manifestar, indica o treinador da prudentina. Faltando menos de dois minutos para o round terminar, Piera Rodriguez conectou um frontal na face da brasileira e Sorriso sucumbiu diante da venezuelana, que a levou para o solo. “Ela mesmo disse que quando caiu e a adversária entrou na guarda defensiva dela, ela já estava consciente e com total domínio do que deveria fazer dali para frente”, destacou o treinador.

A partir daí a luta, no entanto, foi marcada por um incidente polêmico. Rodriguez acertou duas cabeçadas em Sorriso, sendo a segunda especialmente mais forte. “Vi a reação da Sorriso e notei que algo estava errado. Conheço ela há mais de dez anos e a fisionomia dela já me passou o que eu precisava saber”, relatou Gonçalves. Após a segunda cabeçada, Sorriso, visivelmente afetada, tomou a decisão de não continuar a luta, uma escolha que Gonçalves e sua equipe apoiaram. 

O técnico da lutadora brasileira criticou a decisão do árbitro por não encerrar automaticamente a luta após a segunda cabeçada. “Ele avisou na primeira cabeçada e mesmo assim ela jogou uma segunda com ainda mais força. Essa tomada de decisão dele teria tirado toda a exposição de cima da Sorriso”, argumentou o treinador.  “Tomamos a decisão correta e, hoje, com a cabeça mais fria, temos ainda mais certeza que acertamos”, finalizou Gonçalves. Agora, Sorriso tem 15 vitórias e três derrotas em seu cartel no MMA profissional. 

Fonte: O Imparcial

Compartilhar esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog

APOIADO POR: