Sete vicinais do Oeste Paulista são incluídas em fases iniciais de programa de recuperação de estradas


Voltar para Blog

Sete vicinais do Oeste Paulista são incluídas em fases iniciais de programa de recuperação de estradas

O governo do Estado de São Paulo iniciou a contratação das duas primeiras fases do programa Novas Estradas Vicinais, que irá recuperar estradas de responsabilidade municipal em todo o Estado. Nesta etapa inicial, serão investidos R$ 1,2 bilhão em obras licitadas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Na região de Presidente Prudente, sete estradas vicinais serão contempladas nessas duas fases.

São elas:

Fase 1

  • Estrada vicinal PSE-370/CAA-125/PSV-060: ligação entre Presidente Epitácio, Caiuá e Presidente Venceslau. E estrada vicinal antiga SPV 071: ligação entre o Distrito de Campinal, na divisa com Panorama (SP), no município de Presidente Epitácio. Extensão total de 34,9 kms. Vicinal 1: PSE-370/CAA-125/PSV-060, do km 0 ao 28. Vicinal 2: SPV-071, do km 0 ao 6,9;
  • Estrada vicinal MTO-020/MTO-334/MTO-010: ligação da SP 425 (no km 422) ao Distrito de Teçaindá, em Martinópolis. E estrada vicinal PRP-030: ligação da SP 294 (km 561) ao Bairro Córrego Seco, em Parapuã. Extensão total de 13,9 kms. Vicinal 1: MTO-020/MTO-334/MTO-010, do km 0 ao 10,5. Vicinal 2: PRP-030, do km 0 ao 3,4.

Fase 2

  • Vicinal NRD 030 / NRD 267 / NRD 377 / NRD 257 / TCB 180, ligação entre Narandiba, Taciba e SP 421, com 38,2 kms de melhorias;
  • Vicinal TDS 316, ligação entre o Distrito de Planalto do Sul, em Teodoro Sampaio, e a divisa com Mirante Paranapanema, com 4 kms de melhorias;
  • Vicinal RHR 286 e RHR 150, ligação em Rancharia com o distrito de Agissê, com 6,6 kms de melhorias.

O programa prevê obras para recuperação de pistas já asfaltadas, pavimentação das estradas em terra e melhorias em sinalização e sistema de drenagem.

Edital de contratação

Em 2 de março, o DER, órgão da Secretaria Estadual de Logística e Transportes, publicou, no Diário Oficial, o edital de concorrência pública para a primeira fase. No dia 20 do mesmo mês, foi a vez da segunda fase.

Nas duas etapas com editais publicados, os municípios deverão realizar um convênio com o DER.

Um estudo técnico do DER, feito em conjunto com as Prefeituras, identificou os principais gargalos para o desenvolvimento do projeto.

A partir de então, as vicinais foram divididas em categorias – estradas que ligam polos geradores de produtos e serviços e rodovias estaduais, além das que dão acesso a municípios.

Propostas

A documentação e as propostas de preço das fases 1 e 2 foram recebidas na sede do DER, em 20 e 22 de abril respectivamente. Neste momento, as propostas passam por análise minuciosa das equipes de licitação do órgão estadual.

Por G1 Presidente Prudente

Fonte G1.

Compartilhar esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog

APOIADO POR: