Quatro policiais militares foram detidos pela Corregedoria da PM em Adamantina


Voltar para Blog

Quatro policiais militares foram detidos pela Corregedoria da PM em Adamantina

Quatro policiais militares que atuam junto à 2ª Companhia do 25º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I) foram detidos cautelarmente em Adamantina, pela Corregedoria da PM, em operação realizada nesta quinta-feira (5) na cidade.

Entre os detidos estão um capitão e três cabos. Esses detalhes foram divulgados pela TV Fronteira, emissora afiliada à TV Globo na região de Presidente Prudente. Uma advogada, mulher de um dos policiais, também foi detida.

Ainda segundo a emissora, no cumprimento dos mandados de busca e apreensão a Corregedoria localizou 14 armas de fogo e munições nos endereços pessoais e nos armários da sede da 2ª Companhia da PM na cidade. As armas não teriam registro e foram apreendidas. Entre os objetos apreendidos, segundo a reportagem, há espingardas, revólveres e 134 munições.

Em relação às armas e munições, os cinco detidos – quatro policiais e a mulher de um deles – foram apresentados pela corregedoria da PM à Polícia Civil de Adamantina, onde foram autuados. Eles pagaram fiança no valor de R$ 1.045,00 cada um e foram liberados, no âmbito da justiça comum.

Porém, os quatro policiais permaneceram detidos, no âmbito da justiça militar. Após o cumprimento das medidas iniciais, em Adamantina, eles foram levados à sede do Batalhão da PM, em Dracena, onde foram autuados. De lá, devem seguir para São Paulo, para audiência de custódia junto ao Tribunal de Justiça Militar (TJM).

PM emite nota

Em nota divulgada no final da tarde desta quinta-feira (5), o Comando de Policiamento do Interior – Oito (CPI-8), responsável pelo policiamento na região de Presidente Prudente, esclareceu que os mandados de busca e apreensão contra policiais militares são oriundos de investigações decorrentes de inquérito policial militar instaurado pela Corregedoria.

Ainda segundo a nota, “tais ações são decorrentes das atividades de depuração interna que a PM realiza a fim de manter sólida a hierarquia e disciplina da Instituição garantindo à população transparência, qualidade e legitimidade na prestação de serviços”.

Fonte G1

Compartilhe esta postagem

Voltar para Blog