Proprietário de lanche e entregador são denunciados por tráfico de drogas e acabam presos pela Polícia Militar, em Presidente Prudente

Proprietário de lanche e entregador são denunciados por tráfico de drogas e acabam presos pela Polícia Militar, em Presidente Prudente

Publicidade

Anuncie Conosco

Várias porções de cocaína foram localizadas e apreendidas, bem como R$ 1,6 mil em dinheiro e R$ 138 mil em folhas de cheques preenchidas.

Dois homens, de 34 e 26 anos, foram presos por tráfico de drogas e associação para o tráfico. A ocorrência foi na noite desta terça-feira (12), em Presidente Prudente. Um deles, além de realizar entregas de lanches, vendia papelotes de cocaína.

Uma equipe do 8º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) foi até um lanche localizado em uma praça pública no Jardim Bongiovani devido a várias denúncias anônimas de tráfico de drogas cometido pelo proprietário e seu entregador.

Quando chegaram ao local, os policiais encontraram o entregador sentado em uma mesa. O homem foi revistado e com ele foram encontrados cinco papelotes de cocaína e um aparelho celular.

Dentro do estabelecimento foi encontrado o proprietário. O suspeito também foi alvo de busca pessoal e com ele os policiais localizaram R$ 1.644 em várias notas e um aparelho celular.

Questionado sobre a existência de droga no estabelecimento, o proprietário do lanche negou a existência de qualquer entorpecente. No entanto, após informá-lo sobre as várias denúncias, o homem acabou por confessar a prática e indicou um maço de cigarros dentro da geladeira, onde havia mais 16 papelotes de cocaína.

Conforme o boletim de ocorrência, todos os papelotes de droga encontrados com os abordados eram idênticos e, em razão das denúncias e das evidências, ambos confessaram ser traficantes.

Além das entregas de lanches, foi constatado que o entregador utilizava a motocicleta – estacionada no local no momento da abordagem – para, junto ao proprietário, também comercializar os papelotes de droga apreendidos.

Na sequência, os militares foram até a casa do proprietário do lanche, a cerca de 50 metros do estabelecimento, pois ele havia informado sobre a existência de mais drogas escondidas. Na residência, atrás de um rack no quarto, foram encontrados mais dois pacotes com cocaína e mais outros seis papelotes da mesma substância.

O homem alegou que a droga seria vendida.

Também foi localizada uma balança de precisão.

De acordo com dono do estabelecimento, cada papelote havia cerca de 0,6 gramas de cocaína e era vendido por R$ 50.

Além da droga também foram encontrados diversos invólucros vazios e 68 folhas de cheque preenchidas, que totalizaram R$ 138.076,60, e mais quatro folhas em branco, todas apreendidas e apresentadas na Delegacia Participativa da Polícia Civil.

Ambos foram conduzidos à delegacia e tiveram suas respectivas prisões em flagrante ratificadas. Ainda houve a representação pela conversão em prisão preventiva.

Fonte: G1

Compartilhe esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Ajuda? Converse conosco