Presidente Epitácio vai construir o primeiro convento de irmãs carmelitas em território brasileiro


Voltar para Blog

Presidente Epitácio vai construir o primeiro convento de irmãs carmelitas em território brasileiro

A Diocese de Presidente Prudente (SP) firmou uma parceria com o Instituto das Irmãs Carmelitas Mensageiras do Espírito Santo para a inédita construção de um convento de freiras em Presidente Epitácio (SP).

Pela primeira vez, uma diocese brasileira receberá uma “Casa de Contemplação e Ano Sabático”. Além disso, também será o primeiro convento do instituto instalado na Diocese de Presidente Prudente.

As irmãs carmelitas possuem duas casas na Itália.

“Muitos ainda não conhecem a riqueza, a grandeza dessa comunidade que está nos visitando. Agradeço pela confiança em nossa diocese”, destacou o bispo diocesano Dom Benedito Gonçalves dos Santos.

Primeiro convento de irmãs carmelitas no Brasil vai ser construído em Presidente Epitácio — Foto: Luciano Narezi de Brito

O local onde a obra será construída receberá o nome de “Estância Padre Attilio Taricco”, em homenagem ao já falecido sacerdote da Paróquia da Sagrada Família, em Presidente Epitácio, que tinha o sonho de construir um convento.

A assinatura do Termo de Intenção e Compromisso firmou oficialmente a parceria entre a Diocese de Presidente Prudente e o Instituto das Irmãs Carmelitas Mensageiras do Espírito Santo.

O contrato tem início no dia 1º de maio, data em que a Paróquia da Sagrada Família completará 12 anos de criação, e tem como objetivo estabelecer uma Comunidade Religiosa de Vida Contemplativa e Casa de Contemplação das Irmãs Carmelitas.

As atividades na cidade terão início no dia 16 julho de 2021. No primeiro momento, quatros irmãs vindas da Itália e uma do Brasil ficarão em uma casa provisória, que será definida, até que o convento seja construído.

“Em breve, estaremos compondo a equipe para a construção dessa grandiosa casa oficial das irmãs. Com certeza, estaremos envolvendo toda a diocese e o bispo para esta obra”, afirmou Dom Benedito.

Ao longo do tempo, as irmãs visitarão as paróquias para contribuir na evangelização e poderão oferecer aos leigos da diocese serviços como ajuda espiritual, acolhida caridosa, conselhos e orações.

Em 2020, um fiel leigo doou o terreno para o instituto, que já procurava um local para a instalação da primeira “Casa de Contemplação e Ano Sabático” no país.

As irmãs carmelitas possuem duas casas na Itália.

O projeto do convento tem 1.274 m² e ficará localizado no km 7 da estrada vicinal que liga Presidente Epitácio e Caiuá.

Primeiro convento de irmãs carmelitas no Brasil vai ser construído em Presidente Epitácio — Foto: Luciano Narezi de Brito
Primeiro convento de irmãs carmelitas no Brasil vai ser construído em Presidente Epitácio — Foto: Luciano Narezi de Brito

A planta da obra foi elaborada pelo arquiteto e urbanista Luciano Narezi de Brito.

“A gente vai fazendo pesquisas, vai entendendo do que se trata e vai se inspirando. Não fui eu que desenhei o projeto, foi Deus, não tem explicação”, afirmou Brito.

A edificação será construída em três etapas, que contarão com a capela principal, claustro, recepção, locutório, biblioteca, cozinha e refeitório, lavanderia, hospedaria, oficinas e a capela de Adoração Perpétua.

De acordo com o bispo diocesano, o local será um Centro de Peregrinação, no qual será construído um mirante para receber os fiéis em frente ao convento.

Na fachada, a cor marrom da recepção remeterá ao hábito das irmãs e o símbolo desenhado na parede representará as Carmelitas Mensageiras do Espírito Santo.

“Busquei uma arquitetura muito simples, muito reta, muito linear, para que a paisagem seja mais bonita do que a própria construção. A casa mais bonita que eu vou fazer na minha vida é de vocês!”, enfatizou Brito.

O projeto está em fase de elaboração.

Primeiro convento de irmãs carmelitas no Brasil vai ser construído em Presidente Epitácio — Foto: Luciano Narezi de Brito
Primeiro convento de irmãs carmelitas no Brasil vai ser construído em Presidente Epitácio — Foto: Luciano Narezi de Brito

A previsão é de que cinco irmãs carmelitas, quatro da Itália e uma do Brasil, iniciem a comunidade na cidade em julho deste ano, em uma casa provisória que está sendo definida.

“A casa estará aberta para acolher cada um de vocês para momentos de oração, de adoração. As irmãs terão os horários, respeitando a clausura que elas têm própria da vida de clausura constitucional”, afirmou a irmã Raquel Cristina Santana Canôas, superiora geral.

Uma equipe responsável pela construção da “Casa de Contemplação e Ano Sabático” está sendo formada e a diocese espera contar com o apoio de doações de fiéis para a obra, que ainda não tem data definida para o início.

Fonte G1.

Compartilhe esta postagem

Voltar para Blog