Preço do kg da cebola apresenta alta de 82,39% nos supermercados de Presidente Prudente


Voltar para Blog

Preço do kg da cebola apresenta alta de 82,39% nos supermercados de Presidente Prudente

Valor foi constatado pelo Índice de Preços Toledo (IPT). Contudo, o valor da cesta básica ficou praticamente estagnado, identificando uma deflação de 0,08% em relação à pesquisa anterior.

É frequente ir aos supermercados e notar preços cada vez mais altos. Dessa vez, o destaque de inflação vai para o quilo da cebola, cujo valor subiu 82,39%, conforme constatado pelo 10º Índice de Preços Toledo (IPT) do ano de 2022.

Contudo, o valor da cesta básica ficou praticamente estagnado, identificando uma deflação de 0,08% em relação à pesquisa anterior, conforme a pesquisa. O consumidor que gastava R$ 1.017,58, para compra da cesta básica do IPT, hoje gasta, em média, R$ 1.016,81.

O IPT foi realizado em seis supermercados de Presidente Prudente, no dia 19 de maio.

O grupo de higiene pessoal apresentou uma deflação de 8%, com destaque para o papel higiênico (4 unidades de 30 metros, folha simples), com queda de 19,10% e o creme dental (90 gramas), que apresentou um decréscimo de 10,59%.

Seguindo a tendência de baixa, o grupo de artigos de limpeza apresentou uma deflação de 4,69%, com destaque para o desinfetante tipo pinho (500 ml), com queda de 14,58%, e o sabão em pó (1 kg), com baixa de 6,88%.

Em contrapartida, o grupo de alimentos apresentou uma inflação de 1,12%, com destaque para a cebola (quilo), com aumento de 82,39%, e o queijo muçarela, com acréscimo de 18,04%.

Devido às promoções, variedade e disponibilidade de produtos nos estabelecimentos, alguns apresentaram uma considerável diferença de preços entre os locais pesquisados, como o sabonete (85-90 g), que variou entre R$ 1,25 e R$ 2,99, resultando numa diferença de 139,20%, e a batata (kg), que foi de R$ 3,98 a R$ 8,99, com uma diferença de 125,88%.

A concorrência entre os supermercados possibilita ao consumidor a oportunidade de economizar até 43%, pois, comprando uma unidade de cada produto pelo maior preço, gasta-se R$ 447,44. Já se comprar pelo menor preço, o total gasto seria de R$ 312,76, economizando, assim, o valor de R$ 134,68.

A pesquisa teve a participação de quatro alunos da Toledo Prudente: Alana Alves Adorno, Beatriz Carnelós Vieira, Mariana Giacomini Palacio e William do Mar Silva. Os trabalhos foram orientados pela supervisora Beatriz de França Pasoti.

Fonte: G1

Compartilhar esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog

APOIADO POR: