Pai e filha perdem a batalha contra a Covid-19


Voltar para Blog

Pai e filha perdem a batalha contra a Covid-19

Moradores de Dracena estavam internados para tratamento da doença, mas tiveram complicações e morreram com um dia de diferença

No último levantamento de casos de Covid-19 divulgado ontem, Dracena contabilizava 52 mortes. Duas delas e que chamaram a atenção vitimaram pessoas da mesma família nesta semana. Vale lembrar que o município endureceu as restrições devido ao aumento significativo do número de casos confirmados e mortes pela doença nos últimos dias.

Entre aqueles que não resistiram à batalha estão pai e filha, que morreram com um dia de diferença. Ana Carolina Gussoni Pereira, 27 anos, era funcionária pública da Secretaria Municipal de Saúde. Ela foi internada no dia 11 de fevereiro e faleceu no começo da manhã de quarta-feira, na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa de Misericórdia da cidade. 

De acordo com a Mutuária Dracenense, não houve velório e ela foi sepultada às 14h do mesmo dia. Enquanto os familiares se despediam da jovem, o pai dela, João Carlos Pereira, 64 anos, conhecido como João Carlos da Novolar, lutava pela sobrevivência.

O morador de Dracena estava internado deste o dia 15 de fevereiro no HR (Hospital Regional) Doutor Domingos Leonardo Cerávolo, em Presidente Prudente. Porém, o quadro de saúde de agravou e ele faleceu na madrugada de quinta-feira. O sepultamento foi às 15h do mesmo dia. 

Após recomendação do MPE, Dracena regride para a fase vermelha 

Colapso na saúde

Atualmente, Dracena conta com 2.765 casos confirmados do novo coronavírus. Do total, há o registro de 52 mortes e de 2.104 pessoas curadas. O crescente número de óbitos e confirmações da doença nos últimos dias, fez com que a Prefeitura acatasse à ordem do MPE (Ministério Público Estadual) e regredisse para a fase vermelha do Plano São Paulo.

Além desta medida, adotada na quarta-feira, instituiu o toque de recolher e determinou lockdown aos finais de semana, com a proibição da circulação de pessoas, salvo por motivo de força maior.

O município abrange o DRS-11 (Departamento Regional de Saúde) de Presidente Prudente. Hoje, todos as cidades desta área regrediram para a fase vermelha do Plano São Paulo, conforme determinado pelo Governo do Estado de São Paulo. A região passa por um momento crítico, e que depende da colaboração da comunidade para evitar novos casos de Covid-19.

Presidente Prudente, por exemplo, esgotou a ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), o que fez com que o prefeito Ed Thomas (PSB) adotasse medidas para reforçar a fiscalização noturna e evitar aglomerações. Somente ontem, quando a cidade ainda estava na fase amarela, o plantão 156 recebeu 30 denúncias de estabelecimentos comerciais atuando em horário indevido. 

Fonte: O Imparcial

Compartilhar esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog

APOIADO POR: