Ovos de Páscoa estão de 10% a 18% mais caros que em 2022


Voltar para Blog

Ovos de Páscoa estão de 10% a 18% mais caros que em 2022

Mesmo com preços “menos doces”, consumidor ainda dá um jeitinho de comprar o produto, embora tenha buscado alternativas mais em conta, como barras de chocolates e caixas de bombons

Faltam poucos dias para a Páscoa, que neste ano será celebrada em 9 de abril, e os principais supermercados de Presidente Prudente estão preparados para as vendas deste período já há algumas semanas, também disponibilizando os tradicionais ovos de chocolate em parreiras, gôndolas e prateleiras. E o consumidor deve preparar o bolso, porque o aumento de preço já era esperado e está na faixa de 10% a 18% mais caro que em 2022. Mas, mesmo assim, as pessoas fazem questão de dar um jeitinho para comprar. Segundo três empreendimentos ouvidos pela reportagem em Presidente Prudente, a Páscoa é seguramente a segunda melhor data de vendas do ano, ficando atrás apenas das celebrações do fim de ano.
A rede de Supermercados Estrela está otimista com o período e faz uma projeção de aumento nas vendas para este ano em torno de 5% a 10% em relação ao ano passado. “Sem contar que, nessa época, além dos tradicionais ovos de chocolates, barras, bombons, normalmente na Semana Santa as vendas de peixes em geral, azeitonas, vinhos, leite de coco, colomba pascal, azeites, entre outros ingredientes típicos aumentam bastante”, diz Edivaldo Peruzo, gerente de marketing do Estrela.
Segundo ele, historicamente, os clientes deixam para ir às compras na última semana. E é quando o fluxo aumenta nas lojas. “O interesse pelos ovos de Páscoa ainda é grande, mas a comercialização deles vem reduzindo anualmente, principalmente se comparados a outros chocolates, como caixa de bombons, barras de chocolates e etc.”, expõe Edivaldo.
Para Gabriel Vitor Cruz, 26 anos, responsável pelo setor administrativo do Supermercado Pastorinho do centro de Presidente Prudente, a comercialização estará na mesma casa que no ano passado, ainda que com a alta de preços em torno de 10%. Ele acredita que algumas pessoas já estão comprando, mas, são nos últimos dias que geralmente a procura aumenta exponencialmente.
Conforme Gabriel, embora tenha havido essa substituição dos ovos, os consumidores usam bem a criatividade. Ele diz que muitas pessoas montam cestas com um pequeno ovo, para não perder a magia que envolve esse produto, e colocam vários bombons, barras de chocolate. “Além de bonito fica atrativo. Para as crianças que adoram os ovos que contêm brinquedos em seu interior, dá para acrescentar brinquedinhos à cesta também. Normalmente vendemos praticamente todo o estoque de ovos de Páscoa, mas realmente a procura por alternativas existe sim”, salienta.

Data importante

Jair de Souza, 64 anos, gerente de compras do Supermercados Nagai, revela que os ovos de Páscoa perdem espaço a cada ano que passa para as alternativas já citadas, e a produção já é bem menor por parte dos fabricantes. 
“A tendência é no crescimento dos chocolates em barra e caixas de bombom. Mas mesmo assim vislumbramos um crescimento nas vendas entre 8% e 10%. A Páscoa ainda é uma data importante para o mercado, porque impulsiona uma venda expressiva em várias categorias de produtos como azeite, bacalhau, itens do hortifrúti e bebidas”, destaca Jair que, dentro de suas compras, percebeu o encarecimento do produto entre 15% e 18%.

Fonte: O Imparcial

Compartilhar esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog

APOIADO POR: