Homem é preso por agredir e ameaçar o próprio pai idoso em Mirante do Paranapanema


Voltar para Blog

Homem é preso por agredir e ameaçar o próprio pai idoso em Mirante do Paranapanema

Vítima é deficiente visual e informou à Polícia Militar que seu filho é muito agressivo. Suspeito foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil e permaneceu à disposição da Justiça.

Um homem de 38 anos foi preso pela Polícia Militar por lesão corporal e ameaça nesta quarta-feira (5), em Mirante do Paranapanema. A vítima, de 67 anos, é pai do suspeito.

O idoso, que é deficiente visual, informou aos militares que seu filho é usuário de drogas e diariamente o maltrata e o agride fisicamente.

A vítima ainda relatou que seu filho também faz ameaças de morte, é muito agressivo e possui várias passagens policiais, inclusive por homicídio, segundo a PM.

O suspeito foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil e permaneceu à disposição da Justiça.

Conforme informou ao G1 a Polícia Civil, a vítima relatou que o filho é usuário de drogas e apresenta comportamento violento.

O idoso relatou, ainda, que constantemente é ameaçado de morte e agredido fisicamente pelo indivíduo, mas que não havia registrado nenhum boletim de ocorrência antes por temer as atitudes do filho, que já foi condenado pelo crime de homicídio doloso qualificado a pena superior a 12 anos, em regime fechado.

Em virtude da gravidade do caso apresentado, das circunstâncias em que os crimes foram cometidos e do estado físico e emocional da vítima, a Polícia Civil deliberou pela custódia cautelar do indiciado e encaminhamento do preso ao Poder Judiciário.

Os fatos delituosos ocorreram no âmbito doméstico e familiar, mas não caracteriza Lei Maria da Penha, pois trata-se de vítima do sexo masculino.

No entanto, há medidas protetivas previstas no Código de Processo Penal que tutelam determinadas pessoas ali especificadas, independentemente do sexo. Neste caso, tratava-se de idoso que apresentava deficiência visual séria, o que agravava o seu estado de vulnerabilidade.

Desta forma, com o risco de novas ameaças de morte e no perigo de dano à integridade física e psicológica contra a vítima, a autoridade policial determinou a prisão em flagrante delito do agressor.

Fonte: G1

Compartilhar esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog

APOIADO POR: