Governo Federal se compromete a intermediar negociações entre MST e Suzano


Voltar para Blog

Governo Federal se compromete a intermediar negociações entre MST e Suzano

Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar anunciou que pretende mediar o conflito entre a empresa e o movimento após a denúncia de que três fazendas de eucalipto foram alvo do grupo na Bahia

Nesta quinta-feira, 2, o Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA) anunciou que pretende mediar o conflito entre o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e a Suzano Papel e Celulose, após a empresa denunciar que três de suas fazendas de eucalipto foram alvo do grupo na Bahia. O ministro Paulo Teixeira se comprometeu com a empresa em conversar com o MST para tentar intermediar a retirada do movimento no local. Ao se pronunciar sobre o assunto, Teixeira evitou críticas ao movimento e disse que o objetivo é garantir, neste momento, um encontro na semana que vem em Brasília: “O MST alega a ruptura de um acordo feito há dez anos atrás. O MST vai me dar a resposta hoje à tarde e, havendo a desocupação da fazenda, nós vamos ter uma reunião na próxima quarta-feira no MDA com a presença da Suzano, do MST e do Ministério do Desenvolvimento Agrário. Estou aguardando uma resposta do MST para dar prosseguimento a esse diálogo”.

A empresa recorreu à Justiça, que já determinou a reintegração de posse e multa de R$ 5 mil por dia de ocupação. A Suzano informou que gera aproximadamente 7 mil empregos diretos na região, mais de 20 mil postos de trabalho indiretos e beneficia cerca de 37 mil pessoas no total. O MST alega que a invasão teve como objetivo denunciar o crescimento de monoculturas no interior da Bahia.

Fonte: Jovem Pan

Compartilhar esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog

APOIADO POR: