Governo do Estado de São Paulo anuncia liberação de R$ 5,5 milhões para o Hospital de Esperança de Presidente Prudente


Voltar para Blog

Governo do Estado de São Paulo anuncia liberação de R$ 5,5 milhões para o Hospital de Esperança de Presidente Prudente

Dinheiro será repassado em sete parcelas, cada uma de aproximadamente R$ 785 mil por mês, já a partir de junho, à unidade de saúde que atende a pacientes com câncer.

O governador do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), anunciou nesta sexta-feira (20) a assinatura de um convênio no valor de R$ 5,5 milhões firmado com o Hospital de Esperança (HE), de Presidente Prudente (SP). A informação foi divulgada durante entrevista coletiva concedida por Garcia a jornalistas no Centro Cultural Matarazzo.

Segundo o governador, o valor será repassado ao HE em sete parcelas, cada um de aproximadamente R$ 785 mil por mês, e os pagamentos devem ser iniciados já em junho de 2022.

“Nós estamos assinando um convênio, que já vale a partir do mês de junho, no valor de R$ 5,5 milhões, para ajudar o Hospital de Esperança aqui de Prudente. Ajudar no combate ao câncer da região. Nós sabemos que esse é um passo importante pra gente apoiar um hospital que é relevante no combate ao câncer da região”, disse Rodrigo Garcia.

Recentemente, a instituição firmou um convênio com a Santa Casa de Misericórdia de Presidente Prudente para permitir a continuidade dos atendimentos oncológicos. O anúncio ocorreu após a divulgação de déficit mensal de R$ 2 milhões.

O HE, com objetivo de cortar custos, demitiu cerca de 180 funcionários.

“O recurso de R$ 5,5 milhões que será repassado ao Hospital de Esperança em sete parcelas é inferior ao que a entidade necessita, mas se une às outras receitas que a instituição possui”, salientou nesta sexta-feira (20) ao g1 a unidade de saúde que presta atendimento a pacientes com câncer.

“Entretanto, cabe frisar que essas sete parcelas não estão destinadas ao pagamento de despesas como folha de pagamento, compra de medicamentos, entre outros. Trata-se de um recurso vinculado à prestação de determinados serviços pelo hospital – a serem definidos em reunião técnica com o Departamento Regional de Saúde 11 (DRS-11). Ou seja, os R$ 5,5 milhões destinados pelo Estado serão totalmente destinados à prestação de serviços”, prosseguiu.

“Dessa forma, o repasse não resolve a crise financeira enfrentada pelo HE, mas, em contrapartida, permite que a instituição amplie os atendimentos dos pacientes oncológicos SUS-dependentes da região”, finalizou o hospital ao g1.

Fila de cirurgias

Garcia, que tem uma agenda oficial de compromissos nesta sexta-feira (20) na região de Presidente Prudente, anunciou também a realização de um “mutirão de cirurgias”, que pretende zerar a fila de operações represadas em todo o Estado. Só no Oeste Paulista são cerca de 17 mil.

“Nós temos um represamento de cirurgias e procedimentos que não foram feitos durante a pandemia [de Covid-19]. Com o mutirão, pretendemos atacar esse problema e nos próximos cinco meses não ter mais filas de cirurgias no Estado”, explicou o governador.

As cirurgias serão realizadas em hospitais públicos e em parcerias com hospitais filantrópicos e privados, com as despesas arcadas pelo governo do Estado.

Iamspe

Outra informação divulgada pelo governador foi uma parceria firmada entre a Santa Casa de Misericórdia de Presidente Prudente e o Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe).

“A gente sabe da importância do atendimento à saúde do Iamspe para os servidores públicos do Estado. Nós tínhamos algumas dificuldades de conseguir concretizar esse convênio com a Santa Casa, portanto, os funcionários públicos do Iamspe tinham que se deslocar a outros locais para terem seu atendimento. A gente conseguiu um entendimento com a Santa Casa de Prudente e ter o convênio do Iamspe ativo”, afirmou Garcia.

Instituto Lucy Montoro

O início das obras de uma unidade do Instituto de Reabilitação Lucy Montoro, em Presidente Prudente, também foi anunciado e está previsto para junho de 2022, no Residencial Servantes.

A divulgação do lançamento do edital de contratação das obras foi realizada em janeiro deste ano e a estrutura completa prevê duas alas e uma área externa com estacionamento com 72 vagas. Contará também com espaço para treino de marcha e convivência para os pacientes, além de um jardim sensorial.

A instituição é referência no tratamento de reabilitação para pacientes com deficiências físicas incapacitantes e, em Presidente Prudente, irá beneficiar diretamente 45 municípios, abrangendo uma população estimada de 780 mil habitantes. A nova unidade terá 2.972,36 m² de área construída e está orçada em R$ 17 milhões.

Fonte: G1

Compartilhe esta postagem

Voltar para Blog