Cadeirante furta celular na recepção da Santa Casa de Presidente Prudente e acaba preso perto da rodoviária


Voltar para Blog

Cadeirante furta celular na recepção da Santa Casa de Presidente Prudente e acaba preso perto da rodoviária

Crime foi registrado na noite desta terça-feira (9). Ao constatar o sumiço do aparelho, vítima saiu à procura do autor, que estava em uma praça.

Um cadeirante de 30 anos foi preso em flagrante por furto na noite desta terça-feira (9), em Presidente Prudente.

Segundo o boletim de ocorrência, a Polícia Militar receberam informações por meio do Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) sobre o furto de um aparelho celular na Santa Casa de Misericórdia do município.

A equipe iniciou o patrulhamento e perto do Terminal Rodoviária, na Praça dos Pioneiros, os policiais avistaram dois homens.

No local, o homem de 38 anos informou que colocou o seu celular sob o balcão da portaria do hospital para recarregar a bateria. Ainda conforme o registro, a vítima pediu ao cadeirante que aguardasse para ser atendimento em breve.

A vítima foi até a sala de enfermaria para solicitar a presença de um profissional. Porém, “como houve certa demora no atendimento da enfermeira, a vítima retornou à portaria e notou que o cadeirante não estava mais presente”.

O homem de 38 anos disse que tudo aconteceu em “questão de cinco minutos”. Ele procurou o celular e não localizou o aparelho. Também de acordo com o BO, ele passou a desconfiar do cadeirante, “porque somente ele esteve naquele local”.

A vítima saiu pelas avenidas nas proximidades e perto ao Terminal Rodoviário avistou o rapaz. Assim que o cadeirante percebeu a aproximação da viatura, jogou o celular no chão.

Questionado, o cadeirante “admitiu a prática delitiva a seu modo, informando que o aparelho móvel estaria sob uma cadeira de rodas”. Ele contou que pegou o celular e saiu do hospital.

O rapaz de 30 anos foi levado para a Delegacia Participativa, onde foi preso em flagrante por furto.

O delegado de plantão arbitrou fiança de R$ 1,1 mil, valor que não foi pago.

Fonte: G1

Compartilhar esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog

APOIADO POR: