Banco de Leite Materno tem queda de doações


Back to Blog

Banco de Leite Materno tem queda de doações

Na primeira semana do ano, estoque de 96 litros estava abaixo da média preconizada, que é entre 130 e 140 litros

Pandemia, festividades de final do ano e período de férias interferiram negativamente na alimentação do estoque no Banco de Leite Materno de Presidente Prudente. No balanço mais recente, realizado na primeira semana de janeiro, o banco contava com 96 litros de leite, sendo que a média ideal preconizada teria que ser entre 130 e 140 litros – estoque “bem baixo”, segundo Adriana Trevisan Monteiro, enfermeira que coordena o Banco no município.

Segundo a responsável, o cenário já era esperado, mas que com a pandemia a situação ficou ainda mais preocupante. “Geralmente, dezembro e janeiro são os meses que caem mesmo as doações no estoque, porque muitas doadoras vão para a casa da mãe ou da sogra, e acaba ficando mais difícil”, explica. “Algumas também tiveram que dar uma parada por síndrome gripal, então, não podemos pegar [o leite] por 15 dias”.

Mesmo com as incertezas por conta do período pandêmico, a coordenadora acredita que as doações retornem com mais frequência em fevereiro, assim como nos demais anos, após as celebrações festivas do Carnaval. “A gente vai fazendo propaganda nas mídias sociais, e se continuar assim, vamos reforçar ainda mais”, salienta Adriana.

Número baixo de doadoras
Atualmente, o Banco de Leite Materno de Presidente Prudente conta com 54 doadoras. O número é abaixo de alguns meses do ano passado, em que chegou a ter 70. Conforme a coordenadora, o ideal seria 80 mulheres para suprir a necessidade. Já em relação ao número de beneficiados com a doação, em dezembro havia 47 crianças cadastradas, o que está dentro da média que varia até 50.

As doações chegam às famílias por meio de solicitações dos hospitais, acompanhadas por prescrições médicas. Na cidade, são eles: Hospital Estadual Doutor Odilo Antunes de Siqueira, Hospital Regional Doutor Domingos Leonardo Cerávolo, Hospital e Maternidade Nossa Senhora das Graças e Hospital Iamada.

O Banco de Leite Materno está aberto a novas doadoras. De acordo com a legislação RDC Nº 171, além de apresentar excesso de leite, a voluntária deve ser saudável, não usar medicamentos que impeçam a doação e se dispor a ordenhar e a doar o excedente a um banco de leite humano. “Basta ligar que nós vamos na casa dela”, afirma a coordenadora. O telefone para contato é 3229-1249.

Fonte: O Imparcial

Share this post

Back to Blog