Após capotar carro e cair em rio, mulher caminha 6 km até conseguir ajuda para namorado que ficou preso às ferragens em MS


Voltar para Blog

Após capotar carro e cair em rio, mulher caminha 6 km até conseguir ajuda para namorado que ficou preso às ferragens em MS

Acidente ocorreu em Bodoquena, na madrugada deste domingo (13). Homem não conseguiu sair do veículo, que estava parcialmente submerso, e foi salvo por policiais militares. Sem sinal de internet ou telefone no local, agentes ainda levaram vítimas para hospital.
Após capotar o carro que dirigia e cair em um rio na MS-178, em Boboquena, a 265 quilômetros de Campo Grande, uma mulher de 38 anos caminhou 6 quilômetros até conseguir ajuda para socorrer o namorado.
Resgatado por policiais militares, o homem de 42 anos estava preso às ferragens do veículo, que ficou parcialmente submerso rio Betione. O acidente aconteceu na madrugada deste domingo (13).
De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher dirigia o veículo quando derrapou na pista molhada, sentido Bonito – Bodoquena, e capotou o carro, que só parou ao bater em uma árvore às margens do rio Betione.
Ferida, a mulher conseguiu sair do veículo e, sem sinal de internet ou telefone, precisou percorrer a distância de 6 quilômetros a pé para pedir ajuda em uma mineradora.
Ainda segundo o boletim, um funcionário da mineradora acionou a polícia, que encontrou a mulher no local do acidente.

Local sem iluminação

Ela foi descrita no boletim como “assustada, com sangramento na testa, dores no braço e abdômen” e informou que o namorado ainda estava preso às ferragens do veículo. Os policiais contam, na ocorrência, que não havia iluminação no local e que o resgate foi auxiliado apenas pelas lanternas da guarnição.
No local, os PMs identificaram a vítima no veículo parcialmente submerso, que pedia ajuda dizendo que não sabia nadar e reclamando de dores. Mesmo sem os equipamentos necessários, os policiais atravessaram o rio pela margem mais afastada de onde o carro caiu, em uma profundidade que variava até aproximadamente 1,5m.
A mulher e o homem, retirado da água pelos agentes com ferimentos leves, foram levados no carro da Polícia Militar para o hospital municipal de Bodoquena.

Veículo destruído

O casal disse não se lembrar do momento do acidente, mas a polícia acredita que o veículo tenha capotado, já que havia estragos no teto e no porta-malas.
Na pista, havia marcas de frenagem dos pneus por mais de 40 metros.
O veículo ficou destruído, com todas as laterais danificadas e parte do motor arrancada. As causas do acidente serão investigadas pela perícia técnica. O caso foi registrado na Polícia Civil de Bodoquena.

Fonte: G1

Compartilhe esta postagem

Voltar para Blog