Após acordo, mais 12 ônibus do transporte coletivo urbano são colocados em circulação em Presidente Prudente


Voltar para Blog

Após acordo, mais 12 ônibus do transporte coletivo urbano são colocados em circulação em Presidente Prudente

Objetivo é aumentar o faturamento para que a empresa consiga quitar os pagamentos atrasados o ‘mais rápido possível’. Agora, 41 veículos prestam o serviço durante a greve.

A partir desta terça-feira (13), mais 12 ônibus do transporte coletivo urbano vão circular em Presidente Prudente. O Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Terrestre de Presidente Prudente e Região (Sintrattepp) informou que a greve continua, mas serão 41 veículos em funcionamento para atender a população. Já são 28 dias de paralisação.

O Sintrattepp salientou que a mudança foi feita após um acordo da categoria com a Prudente Urbano. O objetivo é aumentar o faturamento para que a empresa consiga quitar os pagamentos atrasados dos funcionários o “mais rápido possível”.

Até esta segunda-feira (12), em horário de pico, o transporte de passageiros era feito com 50% da frota, com 29 ônibus, e nos demais períodos com 35%, sendo 20 veículos.

Entre os pagamentos que estão em atraso estão os salários referentes ao mês de junho, o adiantamento salarial do dia 20 do mês passado e R$ 300 do vale-alimentação.

A categoria informou que somente a cesta básica e R$ 200 do vale-alimentação foram pagos. Os trabalhadores salientaram que há também atraso de férias, horas extras e parte do pagamento de dezembro.

É a quarta paralisação dos funcionários somente neste ano, sendo esta a mais longa desde que a Prudente Urbano assumiu o serviço na cidade.

Além dos ônibus, estão em circulação as vans escolares e micro-ônibus autorizados pela Prefeitura por meio de um decreto.

Novamente, o G1 solicitou um posicionamento para a Prudente Urbano. Porém, a empresa continua sem dar respostas.

Comissão e auditoria

Nesta terça-feira (13), os trabalhos de fiscalização da comissão criada pela Prefeitura de Prudente continuam. As ações são para averiguar a situação do transporte coletivo e para acompanhar a auditoria que será realizada na Prudente Urbano.

Os agentes de fiscalização entraram nos ônibus, nesta segunda-feira (12), e verificaram as condições dos veículos e também conversaram com motoristas e cobradores para saber as razões da paralisação parcial do serviço.

A fiscalização também apurou se havia ou não motoristas por aplicativo prestando o serviço de forma irregular.

Fonte: G1

Compartilhar esta postagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar para Blog

APOIADO POR: